Home
Agenda
Gastronomia
Procurar Cidade
Contactos
Registar
Login
 
PROCURAR

Sopa de Peixe

Cidade e Regição de Origem

Portugal

Tipo de Comida

Sopas e Cremes

Tempo Médio de Preparação

38 minutos

Número de Pessoas

4 pessoas

Nível de Dificuldade (1 a 5)

Nível 1 (Muito Fácil)

Preparação
  1. Para o caldo da sopa de peixe, descasca os camarões e coze as cascas e as cabeças num litro de água, deixando ferver 3 minutos. Passa pela varinha mágica, coa e guarda o caldo.

  2. Ferve um filete ou lombo de peixe em 1/2l de água, retira o peixe e mistura este caldo com o de camarão. Reserva o peixe.

  3. Numa panela, aquece o azeite e deita a cebola cortada em rodelas. Assim que a cebola começar a ficar translúcida, acrescenta o alho laminado e deixa corar.

  4. Junta o tomate em rodelas e o pimento cortado em tiras e deixa refogar em lume forte. Assim que estiver bem cozido, passa pela varinha mágica, acrescenta o caldo da sopa de peixe e retifica os temperos.

  5. Junta o peixe (cru) partido em cubos, o miolo dos camarões e a massa e deixa cozer até a massa estar no ponto.

  6. Acrescenta o peixe previamente cozido com o caldo e serve a sopa de peixe, polvilhada com salsa ou coentros picados.

Ingredientes

400 g de filetes ou lombos de peixe

200 g de camarão

1 cebola

2 dentes de alho

3 tomates maduros

1 pimento vermelho

1 folha de louro

100 g de massa (cotovelinhos)

2 c. de sopa de coentros ou salsa picados

0,7 dl de azeite

sal q.b.

piri-piri q.b.

História

O caldo de peixe é uma preparação culinária que se obtém fervendo cabeças e espinhas de peixe, ou peixes inteiros, juntamente com mirepoix, e é usada como base para muitos pratos, em especial sopas e molhos. Depois de coar o caldo, este pode ser temperado e reduzido, para se transformar num fumet, que tem a mesma utilização que um caldo, ou ser consumido diretamente como sopa, quente ou fria. Este tipo de preparação é a base da ukha, uma sopa de peixe tradicional da Rússia.

Para além das espinhas de peixe, pode também fazer-se um caldo com as cascas e cabeças de camarão ou doutros mariscos, que é utilizado, por exemplo, para preparar a sopa malaia laksa ou a bisque, de origem francesa; ou ainda para diluir o roux num gumbo (a sopa típica dos cajuns da Louisiana, no sul dos Estados Unidos).

Podem também ferver-se peixes inteiros ou em filetes, para fazer caldos ou sopas. Um importante exemplo é o dashi, um caldo típico da culinária do Japão, tradicionalmente baseado em flocos de gaiado (atum) seco, embora possa levar outros ingredientes. Outro exemplo é o court-bouillon, uma preparação originária da França, em que se mistura água, vinho, vinagre e bouquet garni, onde se cozem vegetais cortados em mirepoix; o peixe é colocado no court-bouillon já terminado, mas sem o deixar ferver, para depois ser gratinado ou transformado noutro tipo de prato; na Luisiana (sul dos Estados Unidos), os cajuns adotaram esta preparação, mas transformando-a num verdadeiro guisado de peixe ou mariscos.

© 2022 Portugal XXI Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Optimeios