Home
Agenda
Gastronomia
Procurar Cidade
Contactos
Registar
Login
 
PROCURAR

Francesinha à Moda do Porto

Cidade e Regição de Origem

Porto, Portugal

Tipo de Comida

Prato de Carne

Tempo Médio de Preparação

30 minutos

Número de Pessoas

1 pessoas

Nível de Dificuldade (1 a 5)

Nível 2 (Fácil)

Preparação

Molho

– Leve um tacho ao lume e reúna os outros ingredientes, não juntando ainda o leite e a maizena.

– Coloque o caldo knorr a dissolver na cerveja e mexa por 5 minutos.

– À parte, dissolva a maizena, recorrendo ao leite frio. Junte ao preparado e mexa, deixando engrossar.

– Retire o louro e triture bem com a varinha mágica.

– Leve ao lume, por mais um pouco. Reserve.

Sanduíche

– Coloque o fiambre no pão.

– Junte o bife grelhado e acrescente uma salsicha cortada a meio (colocando-as na vertical).

– Adicione a linguiça e corte igualmente a meio (colocando, também, na vertical).

– Coloque o pão no topo da sanduíche e adicione o ovo estrelado (opcional).

– Cubra com fatias de queijo, regue com o molho e leve ao forno por 15 minutos.

Ingredientes

Molho (para 2 pessoas)

2 folhas de louro

1 caldo Knorr

1 cerveja

1 cálice de vinho do porto

2 c. de sopa de polpa de tomate

1 c. de sopa de margarina

1 c. de sopa de Maizena

1/2 copo de leite

Piripiri q.b.

Ovo estrelado (opcional)

Sanduíche (para 1 pessoa)

2 fatias de pão de forma (para torradas)

1 bife

Fiambre, q.b.

Linguiça, q.b.

Salsichas, q.b.

Queijo, q.b.

História

O nome “Francesinha” pouco significará para aqueles que nunca viveram em Portugal, e mesmo em Portugal existem milhares de pessoas que não fazem a mínima ideia do que se trata. Mas afinal o que é? Segundo reza a história, esta receita nasceu na cidade nos anos cinquenta e foi um português de nome Daniel David Silva que a criou. Tendo sido emigrante em França, ele usou como inspiração uma das sanduiches mais típicas de França, o “Croque-Monsieur”.

A sua ideia foi a de ajustar os ingredientes ao paladar e cultura gastronómica das gentes da cidade do Porto, habituadas a comidas substanciais de sabores fortes e quentes, acabando por criar o famoso molho que é, sem qualquer contestação, a alma de qualquer boa Francesinha.

A diversidade dos artigos que a acompanham afectam de forma determinante o seu sabor e a sua acidez ou doçura.

Existem restaurantes que fazem molhos de excelência cuja combinação de ingredientes é um segredo que dura há gerações. Mas se o molho é a alma da Francesinha, a qualidade das carnes utilizadas e até o tipo de pão que se usa são a sua estrutura, sendo o paladar final fortemente influenciado pela sua escolha criteriosa.

De confecção barata, tornou-se um prato do povo acabando por se transformar numa das mais apreciadas iguarias da cidade do Porto, ao ponto de existirem restaurantes especializados em Francesinhas.

O site AOL Travel elegeu a Francesinha como uma das 10 melhores sanduíches do mundo, considerando que, apesar do seu diminutivo, esta iguaria de “pequena tem muito pouco”. No top elaborado pelo AOL Travel a Francesinha aparece ao lado das sanduíches: Roujimao (China), Smorrebrod (Dinamarca), Kati Roll (India), Pan Bagnat (França), Gelato Sandwich (Itália), Indian (Navajo), Taco (Estados Unidos), Chip Butty (Reino Unido) e Cemita (México).

Tal como outras coisas na vida, uma Francesinha não pode ser explicada tem de ser experimentada.

Curiosidades:

– As variantes da verdadeira Francesinha são muitas e regra geral nada têm a ver com a original em termos de sabor final. A mais conhecida é a Francesinha Poveira, nascida na Póvoa do Varzim em 1962, que é feita com pão cacete e cuja versão tradicional não é servida com molho.

– Os principais locais onde se pode experimentar das melhores Francesinhas da cidade do Porto, são: Café Santiago, Bufete Fase, Lado B, Afonso e Café São Nicolau.

– Como qualquer Portuense sabe, uma Francesinha é acompanhada com batata frita aos palitos e cerveja estupidamente gelada.

Porto

Visitar a cidade

© 2022 Portugal XXI Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por Optimeios